segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Poema de Paulo Castilho - " Ser poeta "


Ser poeta

Meu pensamento se eleva,
Para o ar ou para o espaço.
Não importa para onde,
Logo penso, logo faço.

Faço poemas pro mar,
Pros lugares onde vivi,
Faço poemas pras flores,
Faço poemas pra ti.

Pra esta coisa de poeta,
Não existe explicação,
Somente uma caneta,
E um pedaço de papel na mão.

Com a mente em devaneio,
E um pouco de solidão,
Escreve-se o primeiro verso,
O resto é inspiração.


O Poeta Paulo Castilho é sócio acadêmico da Academia Araçatubense de Letras representando a cidade de Birigui. Já esteve na cidade de Penápolis em algumas ocasiões participando de eventos literários e deixou na Biblioteca Municipal o seu livro " Poesias Sertanejas" .
Email para contato: pbcastilho@bol.com.br

3 comentários:

  1. Reinaldo, parabéns pelo belo blog!
    abraços

    ResponderExcluir
  2. movimentoculturalpenapolis28 de agosto de 2009 15:44

    Caro J. Bosco
    Mais uma vez obrigado pelo elogio, ainda mais vindo de um artista que admiro muito.

    ResponderExcluir